sexta-feira, 16 de março de 2012

GOROROBA LITERARIA 3...



Se houver verso,
& se houver deus
Assim como eu
.
A torta a esquina a direita
Escrevo o que sai da cabeça
.
Entre poetas & patetas
Nem uma palavra resta
.
A PALAVRA  Q  CALA
CALOS   NUS   SAPATOS
SONOS V!NDUS
NUS  Y  EMBR!AGADOS
EMBR!AGO - ME
HJ  DE  NOVO
COM  OS  VELHOS  TRAGOS
DOS  C!GARROS  JA
TRAGADO  , DAS
C!GARRAS   C!GANAS
Y  A  MUS!CA  DA
SARDADE  Q  DESAGOA
AGUAS  L!MP!DAS  P/  O  POV!R
.
.
.
Se hoje fujo à orgia
É por que este relógio
Não sai das seis e quarenta,
É por que o crânio é branco
Mesmo sendo tingido
Para ver se meu coração
É  forte e aguenta
.
O crânio é calvo,
Calvo ficarei,
Talvez todos nós...
Quem sabe se não sofreremos
Com a radiação?
& todos os pelos de
Nosso corpo cairão
& haverá câncer nos ossos,
Nos olhos, no sangue
& ainda assim eu & tu
Nos amaremos,
Em um sexo a três
No chão dessa praça
.
Negócio Tá grande !
Bebida pra alegrar a vida,
Poesia pra Alegrar o dia,
Cachaça pra acordar com
Ressaca
.
VA!  !NDO
PO!S  A  V!DA
NAO  E  COMO
ESSA  ESTRADA
DOS  NOVOS
H O R ! Z O N T E S
JA   TAO
TAO
DESTROSSADOS
.
.
.
Tereza musa de todos
Com "S" ou com "Z"
Tereza :
Te quero pra todos
.



-DAIANE  REBELO
-FRED CAJU
-DANIEL ANDRADE
-c.b.p.jr:
-CHOCALHO


2 comentários:

  1. Olha aí! E Teobaldo sempre sorrindo na foto.

    ResponderExcluir
  2. & A ESTREA DO POETA CHOCALHO EXCLUSIVAMENTE P/ O VIVAPOESIA...

    ResponderExcluir