sábado, 7 de maio de 2011

a morte do "'poeta"'



ELE ABRE O LAÇO
Y APERTA O NO DA CORDA
. . .
COM UMA MAO
D!SPEJA
A S!CUTA
NO CAL!CE DE METAL
. . .
COM A OUTRA COLOCA
AS 5 BALAS
NO VELHO
COMPANHERO REVOLVER
DE ROLETA RUSSA
. . .

SORR!R ASS!M D!V!NO
COM 1 SORR!SO
Q SOL OS DEUSES
DEVEM TER
. . .
AO MORRER
!!!


. . .
"F!M DE PAPO
F!M DE V!DA
F!M DE L!NHA
Y ACABA-SE O POEMA
ENTAO)
.


-c.p.b.p.jr:
(O POETA-MATUTO-MARG!NAL !!!)
XVI/X/MMVII

Um comentário:

  1. muito bom....
    F!M DE PAPO
    F!M DE V!DA
    F!M DE L!NHA
    Y ACABA-SE O POEMA
    ENTAO

    ResponderExcluir